Connect with us

Estado

Capes vai investir R$ 25 milhões nos projetos sobre impactos da pandemia; inscrições terminam em novembro

Capes vai investir R$ 25 milhões e os interessados têm até 22 de novembro para submeter iniciativas sobre consequências e agravamentos decorrentes da covid-19

Published

on

Interessados têm até 22 de novembro para submeter iniciativas sobre consequências e agravamentos decorrentes da covid 19

Professor ou pesquisador vinculado a um programa de pós-graduação (PPG) recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior  (Capes) podem se inscrever até 22 de novembro no Edital nº 12/2021, que trata do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Impactos da Pandemia. Serão investidos R$ 25,1 milhões em estudos com vigência de até 48 meses e que tratam das consequências e reflexos culturais, econômicos, históricos e sociais decorrentes da covid-19. O recurso será destinado para bolsas e custeio, mestrado, doutorado e pós- doutorado, destinado diretamente aos beneficiários pelo Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios (SCBA). O Governo do Tocantins, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt), incentiva a participação dos cientistas da região tocantinense.

Os trabalhos deverão considerar fatores surgidos ou agravados no contexto pandêmico, como violência, saúde e adoecimento social, reestruturação da arquitetura urbana, novas ou adaptadas estruturas de trabalho e de ensino, e agravamento de diferenças entre os estados.

A implementação está prevista para março de 2022. A Capes apoiará projetos voltados à formação de profissionais qualificados e ao desenvolvimento de pesquisas acadêmico-científicas sobre questões emergenciais de abrangência nacional. O proponente deve estar cadastrado na Plataforma Sucupira, possuir título de doutor e ter currículo cadastrado e atualizado na Plataforma Lattes. Este coordenará o projeto, e o PPG ao qual estiver vinculado será considerado o principal, sendo vedada a submissão de outra iniciativa pelo mesmo programa de pós-graduação.

Benefícios

É importante ressaltar que os projetos devem ser interdisciplinares e fruto da parceria de pelo menos 3 (três) PPGs de distintas macrorregiões brasileiras. Modalidade de bolsas e benefícios. Serão financiados até 40 projetos de pesquisa e estima-se a implementação de até 400 bolsas nas modalidades mestrado, doutorado e pós-doutorado. Os recursos serão distribuídos a cada projeto da seguinte forma: custeio de até R$ 100 mil a cada um dos projetos aprovados; Bolsas no País: para o pós-Doutorado: até três cotas com 12  mensalidades por projeto. Já para o Doutorado: até três cotas com 36  mensalidades por projeto. E para o mestrado: até 4 cotas com 24 mensalidades por projeto.

Edital

O PDPG – Impactos da Pandemia é o quarto edital do Programa de Combate a Epidemias, que tem a finalidade de incentivar estudos sobre a prevenção e o enfrentamento à covid-19 e outras doenças. Sua estruturação baseia-se em duas dimensões: Ações Estratégicas Emergenciais Imediatas e Ações Estratégicas Emergenciais Induzidas em Áreas Específicas. Nos três editais anteriores, 109 projetos de pesquisa e formação de pessoal foram selecionados e contam com a participação de 1.248 pesquisadores.

Objetivos específicos 

Pretende-se com essa iniciativa, formar recursos humanos por meio de projetos de pesquisa a serem desenvolvidos no âmbito dos PPGs de diferentes macrorregiões brasileiras, em todas as áreas do conhecimento. Ampliar o conhecimento e a produção científica a fim de contribuir efetivamente para o desenvolvimento de pesquisas relacionadas às consequências e aos reflexos da pandemia da covid-19, com enfoque em diagnóstico e indicações propositivas para as soluções dos desafios identificados.

Oportunizar o desenvolvimento de pesquisas acadêmico-científicas sobre questões emergenciais, de abrangência nacional, que surgiram ou se agravaram diante do contexto pandêmico, tais como: violência, saúde/adoecimento social, reestruturação da arquitetura urbana, novas/adaptadas estruturas de trabalho na esfera pública e/ou privada, novas/adaptadas estruturas de ensino e o efetivo aprendizado na esfera pública e/ou privada, disseminação da informação e comportamento social, agravamento de assimetrias entre unidades federativas,  dentre outras;

Bom como a indução da cooperação acadêmica entre variados PPGs, para a realização de projetos interdisciplinares com abrangência nacional. Expandir e intensificar a atuação do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) na produção equânime do conhecimento, fomentando estudos sobre os impactos sociais, econômicos, culturais e históricos decorrentes da pandemia da covid-19 nos diversos segmentos da população brasileira. Bem como promover a acessibilidade e transferência de conhecimentos à sociedade com a sistematização de dados nas diversas áreas temáticas do Edital, que venham subsidiar e/ou fortalecer políticas públicas correlatas com os impactos da pandemia da covid-19.

Inscrição

O processo seletivo ocorrerá por meio de edital e as propostas devem ser submetidas exclusivamente por meio do Sicapes (https://inscricao.capes.gov.br/individual) com início no dia 4 de outubro de 2021 até às 12 horas, horário de Brasília, do dia 22 de novembro de 2021.

Mais informações pelo site  https://inscricao.capes.gov.br/individual; ou pelo e-mail: impactos.pandemia@capes.gov.br; e também pelo telefone: 61 2022-6310.

 

Serão investidos R$ 25,1 milhões em estudos com vigência de até 48 meses e que tratam das consequências e reflexos culturais, econômicos, históricos e sociais decorrentes da covid-19 
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas